IOM IOM

Inteligência artificial ajuda na saúde dos olhos

Inteligência artificial ajuda na saúde dos olhos

O uso da Inteligência Artificial está em expansão na medicina. A Inteligência Artificial elabora dispositivos que simulam a capacidade humana de racionar e resolver problemas, permitindo que novos elementos sejam utilizados para diagnósticos mais precisos e tratamentos adequados. Por meio de dispositivos, é possível identificar, por exemplo, ritmo cardíaco normal, casos de depressão e anormalidades em exames de imagem.

Recentemente, um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos, China e Alemanha desenvolveram um algoritmo para avaliar tomografias de coerência óptica da retina. Esse exame avalia as camadas da retina e permite identificar alterações que podem levar à perda da visão – essas alterações são provocadas por doenças como retinopatia diabética, edema macular diabético e Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI). Numa amostragem com mais de 200 mil imagens, o algoritmo errou apenas 6,6% dos casos.

Ao longo dos anos essa área só se desenvolve. Isso impacta não só na assistência ao paciente, mas também permite otimizar processos e reduzir custos – ainda de acordo com os pesquisadores internacionais citados no início do texto, o diagnóstico preciso viria antes com o uso da Inteligência Artificial, sendo necessários menos exames e consultas com especialistas.

*fonte: portal hope.com.br